Pular para o conteúdo

Escolas maternais em Uberaba


Colégio Machado de Assis

Escolas maternais em Uberaba

Rua Império, 119
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Casa do Menor Coração de Maria

Escolas maternais em Uberaba

Rua Onofre Quintino, 60
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Centro Educacional Infantil Vinícius de Morais

Escolas maternais em Uberaba

Avenida Saudade, 870 - Santa Marta
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Centro Educacional Mundo Imaginação

Escolas maternais em Uberaba

Rua Alvina Moraes Leal, 260 - Parque Gameleiras
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Centro Municipal de Educação Infantil Francisca Valias Venceslau

Escolas maternais em Uberaba

Rua Ronan Ferreira Maluf, 450
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Colégio Ferreira Gomes

Escolas maternais em Uberaba

Rua Álfen Paixão, 780
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Escola Comecinho de Vida

Escolas maternais em Uberaba

Rua Doutor Jesuíno Felicíssimo, 201 - Boa Vista
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Escola Infantil Globinho

Escolas maternais em Uberaba

Rua Constituição, 300 - São Benedito
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Neuza Maria Oliveira

Escolas maternais em Uberaba

Rua Jonas Gomes Sá, 406 - Bairro Olinda
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Colégio Projeto

 

Avenida Getúlio Guaritá, 439 - Nossa Senhora da Abadia
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Centro Educacional 1ª Geração

 

Rua Pires de Campos, 375
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Escola Jean Piaget

 

Rua Sergipe, 770
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Escola Pequeno Estudante

 

Rua Ricardo Misson, 411
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Instituto de Educação Interativa

 

Rua Porto Velho, 436
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Hotelzinho Casa Ser Criança

 

Rua Orlando de Paiva Abreu, 568
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Mais sobre Uberaba



As escolas maternais trabalham a educação infantil, pré-escolar e educação pré-primária com crianças de zero a seis anos. As atividades realizadas diariamente estimulam a capacidade motora e de raciocínio, com brincadeiras lúdicas e adequadas a cada idade.

Os primeiro indícios das escolas maternais surgiram na idade média, onde o pai tinha total controle sob a vida da criança. Caso a criança nascesse do sexo feminino ou com alguma deficiência, o pai tem autoridade para mandar aos prostíbulos ou simplesmente matá-la. Essa realidade só mudou com a propagação do cristianismo e graças à primeira mulher formada em medicina na Itália, a Dra. Maria Montessori.

Dra. Maria Montessori (1870 - 1952)

Dra. Maria Montessori (1870 - 1952)

Estudiosa e muito interessada na construção do processo de educação para crianças, a Dra. Maria é a responsável pelo método que, hoje, leva seu sobrenome, Montessori. A técnica é fundamentada em atividades, individualidade e liberdade. A partir daí passou a observar e reunir diariamente, as crianças para estimulação.

Também conhecida como pedagogia Montessoriana, a técnica trabalha força corporal, espiritual, vontade e sabedoria

Também conhecida como pedagogia Montessoriana, a técnica trabalha força corporal, espiritual, vontade e sabedoria

A vinda deste sistema para Brasil foi em 1970, com a luta das mulheres para trabalhar em indústrias e fábricas, desencadeando reivindicações para criações de creches comunitárias. Em 1990, com criação do Estatuto da Criança e Adolescente, a Constituição Brasileira define o direito à criança, de ter acesso às creches e pré-escolas.

Em ambiente educaionais para crianças todos os elementos necessários, como mesas e cadeiras, devem ser adaptadas à elas

Em ambiente educaionais para crianças todos os elementos necessários, como mesas e cadeiras, devem ser adaptadas à elas

As definições das escolas maternais se dividem pela idade:

  • De 0 a 3 anos as crianças são inseridas na ‘creche’
  • De 4 a 6 anos elas vão para a pré-escola.

De acordo com entrevista dada à Revista Escola, a professora e coordenadora da pesquisa Educação Infantil no Brasil, Maria Malta, as 147 creches e pré-escolas avaliadas no país receberam as notas 3,3 a 3,4 nos índices de educação. Foram avaliadas sete quesitos, dois deles foram à formação dos profissionais e as atividades realizadas no dia-a-dia, o grande problema é a falta de material e de qualificação.

Relata ainda, que as melhorias já realizadas, como a transferência da responsabilidade da educação das crianças de 0 a 5, da Secretaria de Assistência Social para a Secretaria de Educação é um bom começo, mas precisa melhorar muito mais.