Pular para o conteúdo

Dengue em Uberaba

A dengue é uma doença em que muitos cidadãos do município de Uberaba conheceram na pele. Infecciosa, a população tem sofrido pelas epidemias decorrentes aos descuidos de objetos e locais que podem se transformar em criadouros, como latas e pneus velhos largados em terrenos baldios. O verão é a estação em que o mosquito transmissor Aedes aegypti mais se reproduz.

A chegada ao Brasil deste vírus foi através de navios coloniais vindos da África. Com clima tropical favorável ao desenvolvimento desta doença, a dengue clássica deu seus primeiros sinais.

Os sintomas da dengue são:

  • febre alta,
  • dores fortes de cabeça,
  • dores nos olhos,
  • dores nas costas
  • e manchas vermelhas.

Com duração de cinco a dez dias, a febre intensa melhora da mesma forma como aparece, de maneira súbita.

Mosquito transmissor da dengue
Mosquito transmissor da dengue - Imagem site ambientalsustentavel.org

Com o passar dos tempos e do desenvolvimento do vírus, surgiu outra variação: a Dengue Hemorrágica. Esse tipo merece atenção de todos os lados. Grave, os sintomas são idênticos ao clássico, porém no quinto dia o infectado apresenta grandes sangramentos e choques em vários órgãos. Com possibilidade de morte, quanto antes for detectada, melhor. Pois o tratamento deve ser assistido de perto por um profissional da saúde.

Se não bastassem esses dois tipos, está ocorrendo uma nova ameaça, chamada de Dengue Tipo 4. Diante da gravidade das outras doenças decorrentes da dengue, os especialistas da saúde pública se preocupam cada vez mais com a capacidade que o vírus da dengue possui de sofre mutações.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, existem quatro tipos de dengue e cada pessoa do mundo pode ser infectada por ele apenas uma vez, ou seja, cada uma poderá passar pela doença quatro vezes, uma vez para cada tipo, mesmo que os sintomas sejam os mesmos. O alerta sobre o tipo quatro é sobre o sistema imunológico do paciente, que a cada dia que passa seus vasos e sistemas ficam mais frágeis causando a dengue hemorrágica.

O tratamento da dengue não é fixo e nem certo. Apesar de não haver tratamentos com drogas para a cura, é possível aliviar os sintomas decorrentes. A companhia de um médico é extremamente importante por conter, no mercado farmacêutico, medicamento que não podem ser ingeridos quando o paciente está com dengue, com risco iminente de morte. O que o infectado pode fazer de forma imediata é ingerir muito líquido, seja chá, suco, água ou soro caseiro.

Existem dois mosquitos transmissores que saem durante o dia e a noite, porém é mais comum no decorrer do dia. Sua espécie reproduz próximo às cidades, onde encontre água parada no mínimo recipiente que existir. Com apenas um centímetro de altura, o mosquito possui manchas ou listras brancas em seu corpo e pernas.

Assim em que uma pessoa é picada nada se percebe, somente após cinco ou seis dias os primeiros sinais podem aparecer. Esse período é o tempo em que o vírus tem para se instalar, chamado de incubação. A maioria dos sintomas da dengue clássica ou hemorrágica são os mesmo, mas existem outros que ocorrem após a febre que podem ajudar a determinar qual o tipo e os cuidados a tomar:

Dengue Clássica:

  • Perda de apetite e da sensibilidade das papilas gustativas;
  • Tonturas, náuseas e vômitos;
  • Dores de cabeça, ossos, articulações e olhos;
  • Manchas similares ao sarampo;
  • Cansaço, moleza e dores em todo corpo.

Dengue Hemorrágica, sintoma que surgem após os dias de febre súbita:

  • Vômitos incessantes;
  • Dores no abdômen;
  • Pele de todo o corpo pálido, fria, úmida e com manchas vermelhas;
  • Vazamento de sangue pelas mucosas, nariz e boca;
  • Perda de consciência, confusão mental e capacidade de respiração;
  • Pulso rápido e franco.

Este último quadro clínico, quando não assistido por postos de saúde, tem a capacidade de piorar em questões de horas levando à morte devido à insuficiência respiratória. Ainda de acordo com a OMS, cerca de 5% das pessoas com dengue tipo hemorrágico, morrem devido à falta de atenção médica.

A prevenção é a única forma de combater e cortar o mal pela raiz. Todas as medidas podem ser tomadas por qualquer pessoa, desde crianças a idosos. Qualquer objeto que pode servir de acúmulo de água limpa se torna um criadouro, como por exemplo, embalagens, copos, tampinhas, vasos de plantas, caixa d’água, cisternas, sacos, lixeiras e muitos outros.

Prevenção de dengue em Uberaba
Prevenção de dengue em Uberaba

Em Uberaba, assim como em todas as cidades com infestação da dengue, os postos de saúde estão aptos ao tratamento. Assim que perceber os primeiros sintomas dirija-se imediatamente ao mais próximo. Caso esteja com a doença o tratamento desde o início é mais eficaz e se torna menor, o risco de passar para o estágio hemorrágico.

Quando um agente da zoonose passar pela sua rua e bater a sua porta, deixe-o entrar e trate-o bem, pois ele está ajudando a acabar com este mosquito. A palavra dengue vem da língua espanhola e se traduz pelos sintomas de moleza devido à doença.

Para mais informações, denúncias ou sugestões em Uberaba, ligue para o disque dengue: 34 3317-4660.