Pular para o conteúdo

Balbec Bacalhau e Bebidas

Peixes e Peixarias em Uberaba

Rua São Benedito, 102 - São Benedito
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Peixaria Pescave

Peixes e Peixarias em Uberaba

Avenida Prudente de Morais, 139 s1
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Goldfish Atacado

Peixes e Peixarias em Uberaba

Rua Apolônio Sales, 26
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone

Peixaria Bolela Ltda – EPP

Peixes e Peixarias em Uberaba

Avenida Prudente de Morais, 139 - Nossa Senhora da Abadia
Uberaba - MG

Veja mapa e telefone



Mais sobre Uberaba



O peixe, talvez, tenha sido um dos primeiros habitantes da terra/água há, pelo menos, 300 milhões de anos. Algumas teorias afirmam que o peixe é a evolução do conodonte, pois eram abundantes em depósitos marítimos. Conhecidos como cordados, tinham o corpo mole e apareceram durante o período Cambriano. Eles eram vertebrados e ágeis, assim foram evoluindo e chegaram às espécies, cores e tamanhos.

O Governo incentiva a produção de peixes com inseções em taxas de necessidades básicas e outros

O Governo incentiva a produção de peixes com inseções em taxas de necessidades básicas e outros

Os peixes, que conhecemos hoje, são animais aquáticos e possuem coluna vertebral, muitos deles podem ser consumidos como alimento pelo homem, apesar de muitos peixes serem, também, utilizados para ornamentação. Ricos em “ômega3”, que é uma gordura importante para organismo, os peixes são tidos pela OMS – Organização Mundial de Saúde como sendo um alimento necessário para a saúde do homem.

Segundo a pesquisadora da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, Maria Aberg, a gordura influencia positivamente no desempenho cognitivo. Essa afirmação está na edição web da revista Saúde. A carne desses anfíbios é branca, rica em proteínas e cálcio.

Os peixes mais consumidos no Brasil derivam de águas salgadas. As espécies mais consumidas são:

  • Cação
  • Robalo
  • Badejo
  • Sardinha e tainha
  • Linguado e
  • Outros.

O mercado dos peixes de águas doces aumenta cada vez mais. O criadouro de peixes é conhecido como piscicultura e tem incentivo do Governo Federal, através do Ministério da Pesca e Aquicultura, com isenção de parte da tarifa de energia. Caminhando lado a lado com a piscicultura, está a aquacultura ou aquicultura, que é a produção de organismos aquáticos, entre eles, os peixes, os crustáceos e, também, o cultivo de plantas aquáticas.

Dessa forma, o cultivo aquático é dividido em:

  • Piscicultura Semi-Intensiva – que são simples e que usam técnicas mais primitivas, alimentam os animais através da fertilização das águas e são geralmente reforçadas com o uso de alimentos facilmente encontrados como subprodutos;
  • Piscicultura Intensiva – em que a preocupação se resume em quantidade de animais que são depositados em viveiros específicos ou tanques para que se multiplique a espécie;
  • Piscicultura Extensiva – que é aquela que não se preocupa com alimentação restrita, não há um controle sobre a reprodução dos anfíbios, portanto, a quantidade de peixes por reservatório é pequena e é praticada geralmente em reservatório grande, seja ele artificial ou natural.

Fique atento aos meios de conservação do peixe fresco

Fique atento aos meios de conservação do peixe fresco

O local onde se encontra a carne de peixe não poderia ser outro, a peixaria. Por ser um alimento especial, geralmente, as peixarias são lugares específicos com uma estrutura elaborada para conservação e venda desse alimento. Nas peixarias encontram-se vários tipos de peixes, desde os mais conhecidos, como a tilápia, bem como aqueles exóticos, como por exemplo, o baiacu, também conhecido como peixe-balão.

Algumas dicas são importantes, pois o peixe consumido de forma indevida pode causar vários problemas de saúde:

  • O peixe deve ser consumido ou congelado em 24h após a pesca;
  • Evitar deixá-los em ambientes cuja temperatura é baixa;
  • Quando congelado, é importante prestar atenção nas datas de vencimento;

Peixe ao molho

Ingredientes:

  • 1 kg de filé de peixe a sua escolha;
  • 1 Lata de molho de tomate;
  • 1 lata de creme de leite;
  • 1 vidro de leite de coco;

Peixe ao molho

Peixe ao molho

Como preparar:

Faça um tempero com pouco sal, misture o molho de tomate, o creme de leite e o leite coco;

Despeje no peixe o leve assar por cerca de uma hora;

Quem gostar pode colocar um pouco de queijo parmesão em cima;